As Águas Amargas de Mara se tornam Doces

Conto bíblico do livro Êxodo: As Águas amargas de Mara se tornam doces. Moisés pede ajuda a Deus. O Criador o escuta.

As Águas amargas de Mara se tornam doces

O povo de Deus que havia saído do Egito, acompanhava Moisés pelo deserto, enfrentando todas as dificuldades que surgiam pelo caminho.

Nós entendemos que as dificuldades deviam ser tantas, naquela época, por isso isso imaginamos que lhes fossem difícil andar pelo deserto, debaixo de um Sol muito quente.

Conta essa passagem bíblia que, ao chegarem ao local de nome Mara, não encontraram água doce para beber. Porque as águas de Mara eram amargas. Aliás, é exatamente por esse motivo que o lugar recebera o nome de Mara.

É claro que nessa altura o povo já estava impaciente com Moisés, pois era ele o responsável pela saída de todos do Egito. Moisés fora o escolhido de Deus para tirar o povo do Egito e conduzi-lo rumo à nova moradia.

Acontece que, sempre que surgia algum problema no caminho, culpavam Moisés por terem-nos levado para a imensidão do deserto.

Então, em Mara o povo clamou contra Moisés, dizendo:

— Que havemos de beber?

Moisés, como sempre fazia na hora de desespero, clamou ao Senhor, e o Senhor prontamente lhe mostrou uma árvore.

Moisés pegou dessa árvore (a Bíblia não explica se ele pegou um galho ou a árvore toda) e lançou-a nas águas.

Então, como num passe de mágica, as águas imediatamente se tornaram doces.

Nesse lugar, Deus lhes deu estatutos e uma ordenança, e ali os provou.

Êxodo 15.23-25

Que Deus o ilumine e o ajude a compreender ainda mais sua Palavra.

José Guimarães e Silva

The following two tabs change content below.
Escrever, ler, estudar a Bíblia, orar pelas pessoas... É isso o que José Guimarães faz, diariamente. Também vai à igreja e ouve pregações acaloradas. Fez estudos bíblicos na Escola Dominical da Igreja Presbiteriana de Pouso Alegre. Também fez estudos bíblicos com o Pastor Anderson Beiral, que faz Mestrado em Liderança pela Andrews University. Fez Estudos Bíblicos na Escola Dominical da Igreja Adventista do Sétimo dia de Pouso Alegre, Sul de Minas Gerais, Brasil. E também com o Irmão Flávio. Reside atualmente em Cuiabá, Mato Grosso. José Guimarães e Silva é autor dos livros Poesias Evangélicas, Orações ao Senhor Deus e Palavras que Transformam.

Comente com Facebook

Comentários com Facebook

2 comentários deixe um →

  1. O estudo é bom + tinha q ter + assunto para os crentes intenderem melhor + é bom o estudo.fikem na paz do nosso Senhor Jesus Cristo.Amém.

    Responder

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: