Assim Como Nasceu Nu, o Homem Voltará Nu

em Contos Bíblicos

O homem passa uma existência inteira na terra


Acumula bens. Ganha dinheiro. Alguns, por meio de negócios lícitos. Outros, de negócios ilícitos.

Uns se tornam tão poderosos que se forem acusados pelos homens, por roubar bens pertencentes ao patrimônio público, contratam advogados também poderosos para defendê-los da condenação.

O homem rico e poderoso consegue se livrar com facilidade das garras da lei. Já o pobre se vê aprisionado em sua humilde morada, onde é localizado pela polícia e preso.

Na cadeia, sofre muita dor, humilhação e passa muito mais tempo do que deveria, por menor que seja o crime que tenha cometido.

Entretanto, à luz da palavra de Deus, tanto o rico quanto o pobre serão levados à cova, no dia em que fecharem os olhos definitivamente.

Está escrito que ninguém levará nada para a sepultura. Ainda que por testamento decida levar jóias, dinheiro, objetos de uso pessoal; nada disso o acompanhará em sua jornada, pois ficará no túmulo, à disposição dos ladrões de cadáveres.

“Como saiu do ventre da sua mãe, assim nu voltará, indo-se como veio. Nada tomará do seu trabalho, que possa levar na sua mão.”

Eclesiastes 5.15

The following two tabs change content below.
Escrever, ler, estudar a Bíblia, orar pelos doentes... É o que José Guimarães e Silva faz,, diariamente. Também ir às igrejas e ouvir pregações acaloradas. Louvar o nome do Senhor Jesus. Fez estudos bíblicos na Escola Dominical da Igreja Presbiteriana de Pouso Alegre. Também fez estudos bíblicos com o Pastor Anderson Beiral, que faz Mestrado em Liderança pela Andrews University. E também com o Irmão Flávio. Reside atualmente em Cuiabá, Mato Grosso. José Guimarães e Silva é autor dos seguintes livros: Poesias Evangélicas, Orações ao Senhor Deus e Palavras que Transformam. Meu lema é: Quem não vive para servir, não serve para viver. O Senhor é o meu Pastor, nada me faltará.

Latest posts by José Guimarães e Silva (see all)

Comente com Facebook

Comentários com Facebook

Leave a comment