Poesia Evangélica: Glórias Àquele que Aceitou Morrer na Cruz para Me Salvar

Poesia evangélica Glórias Àquele que Aceitou morrer na cruz para me salvar. Escrita por José Guimarães e Silva.

Olá, o blog Contos e Estudos Bíblicos publica hoje neste post a poesia evangélica: Glórias àquele que aceitou morrer na cruz para me salvar. Esperamos que você goste e compartilhe este artigo, com seus amigos das redes sociais.

Poesia evangélica

poesia evangelica gloria aquele que morreu na cruz

Poesia evangélica Glórias Àquele que aceitou morrer na cruz pra me salvar

 

Ele bem que podia ter recusado

Ele podia ter dito simplesmente NÃO!

Eu não vou fazer nada disso! Deixa o povo como está

Ele podia ter agido do modo como agiria qualquer pessoa incumbida de uma difícil e humilhante missão

No entanto, Ele não recusou. Em vez disso, Ele aceitou de muito bom grado

 

Jesus aceitou nascer igual a um simples mortal homem

Mesmo sendo Deus e tendo poder para negar

E como um homem ensinou os mandamentos da lei de Deus a outros homens

Mostrou tudo o que os homens devem fazer para agradar ao Senhor Deus

Com paciência, ensinou aos homens que todos nós somos

Filhos de Deus, nosso Pai Celestial, Nosso Criador

poesia evangelica - glorias aquele que morreu na cruz

 

Jesus sabia que, depois de fazer tanta bondade ao povo, pelo mesmo povo, Ele seria traído

Sabia também, de antemão, quem seria o homem que o venderia ao inimigo e se tornaria seu traidor

Mesmo assim, decidiu seguir seu caminho, pregando a Palavra de Deus para os homens maus

Ensinando-lhes como ser bom e ter amor pelo seu próximo

Assim como ao Senhor Deus, Pai do Filho do homem

Mas os homens o odiaram, a ponto de encontrar motivo para o crucificarem

 

E decidir sua morte da maneira mais vil que poderiam imaginar

Assim, descobriram que morrer pregado na cruz

No alto do morro, para todo mundo seu corpo ensanguentado ver

Seria a maneira mais cruel de humilhar o Filho do homem

Que nasceu mortal, igual aos homens que são mortais

Para lhes ensinar como amar ao próximo e a também ao Criador

 

Entretanto, os homens o rejeitaram e o condenaram a morrer no Calvário

Ao lado de dois ladrões foi o lugar que encontraram para dele zombar

Apostando entre eles para saber com quem ficariam as suas vestes

Contudo, Jesus, mesmo assim, olhou para o Céu e disse ao Criador: Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem

E ainda teve tempo de dizer a um dos ladrões que se arrependeu: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.

 

O que você achou dessa poesia? Gostou? Odiou?

Escreva sua opinião nos comentários. Participe! Compartilhe!

Poesia evangélica: Glórias Àquele que Aceitou morrer na cruz para me salvar

Autor: José Guimarães e Silva

Link para esta página: http://wp.me/p3cLZ5-Rw

O blog Contos e Estudos Bíblicos precisa sempre de você, para existir. Portanto, tome a decisão de divulgar os artigos de nosso blog Contos e Estudos Bíblicos nas redes sociais. Para isso, copie links dos artigos que mais gosta e cole nas suas mensagens do Facebook, Twitter e outras.

Desde já, muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Pode até ser que você ainda não fez isso. Porém, nesse caso, considere curtir a:
Página de Fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook. Faça isso com o intuito de divulgar os artigos do blog Contos Bíblicos ainda mais, aos seus amigos e seguidores das redes sociais.

Comente com Facebook

Comentários com Facebook

2 comentários deixe um →

  1. Muito obrigado a você, por compartilhar sua opinião com os leitores do blog.

    Fique com a Paz de Jesus

    José Guimarães

    Responder
  2. Muito Obrigado pelas mensagens e que Deus nos abençôe para que possamos divulgar o nome de nosso amado e salvador Jesus Cristo.

    Responder

Leave a comment

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: