Quantos magistrados estavam na congregação da estátua de Nabucodonosor?

em Contos Bíblicos

Quantos magistrados (homens e mulheres) estavam na consagração da estátua de Nabucodonosor?

Magistrados na congregação de Nabucodonosor

Um leitor do nosso blog Contos e Estudos Bíblicos nos deixou uma curiosa pergunta nos comentários: “Quantos magistrados, quantos homens e mulheres estavam na consagração da estátua do rei Nabucodonosor?”.

O que a Bíblia diz

Encontramos na Bíblia o relato do autor do livro de Daniel, capítulo 3, conforme abaixo:

“Então o rei Nabucodonosor mandou ajuntar os sátrapas, os prefeitos, os governadores, os juízes, os tesoureiros, os magistrados, os conselheiros e todos os oficiais das províncias, para que viessem à consagração da estátua que o rei Nabucodonosor tinha levantado” (Daniel 3.2).

O versículo acima nos mostra que o rei convocou todas as pessoas. E todas compareceram ao lugar onde estava a estátua, pois o versículo seguinte nos prova isso:

“De modo que se ajuntaram os sátrapas, os prefeitos, os governadores, os juízes, os tesoureiros, os magistrados, os conselheiros e todos os oficiais das províncias, para a congregação da estátua que o rei Nabucodonosor tinha levantado, e estavam de pé diante da imagem que Nabucodonosor tinha levantado” (Daniel 3.3).

Entretanto, para respondermos a pergunta: Quantos homens e mulheres estavam de pé, diante da estátua, precisaríamos saber quantos representantes de cada cargo político e de cada classe de trabalhadores estavam presentes. E, além disso, precisaríamos também saber quantos eram seus assessores, secretários, secretárias, empregados inferiores, etc. Devemos imaginar que fossem muitos.

Infelizmente, a Bíblia não nos informa quantos sátrapas estavam presentes; quantos prefeitos, quantos governadores, quantos juízes, conselheiros e oficiais das províncias.

Nós, entretanto, podemos imaginar que uma quantidade muito grande de pessoas estivessem presentes. Por que não: Milhares de pessoas?

Devemos nos lembrar também de que o rei Nabucodonosor não tolerava desobedientes no seu reino. Assim, todos os que não obedeciam às suas ordens eram eliminados imediatamente. O castigo dele era a morte, sem contestação, sem explicação, sem justificação. (Leia o artigo O rei Nabucodonosor decreta morte aos sábios da cote.) Desse modo, quem ousaria faltar ao grandioso evento desse rei? Ninguém!

Isto é, ninguém dos que viviam na corte, menos três pessoas. Veremos isso mais adiante.

Entretanto, a parte mais interessante dessa história é saber o motivo por que o rei mandou construir a majestosa estátua e erguê-la naquele lugar. Porque ele sabia que havia no reino homens de Deus que não se ajoelhariam diante da sua obra. Assim, ele mataria esses homens na sua famosa fornalha de fogo ardente, diante de todos os que estavam no local, e lhes mostraria seu poder soberano. Seria algo como se ele dissesse: Todos vocês viram o que acontece com quem me desobedece, não viram?

Todos responderiam: Vimos sim, majestade. E ele se tornaria ainda mais poderoso. Sem falar que imporia a todos os povos a condição de adorarem o mesmo deus que ele adorava, e não o Deus de Moisés, de Abraão e de Jacó.

Assim, conforme o próprio rei deve ter pressuposto, os três homens não compareceram. Eles eram na verdade três inteligentes e bonitos jovens trazidos de Israel.

Três eram eles: Sadraque, Mesaque e Abede-Nego.

historias biblicas fornalha de nabucodonosor

O rei sabendo de antemão disso determinou:

“Qualquer que não se prostrar e não a adorar (a estátua), será na mesma hora lançado na fornalha de fogo ardente” (Daniel 3.6).

Essa fornalha já estava havia muito tempo acesa, com o objetivo único de queimar quem desobedecesse as ordens, de se ajoelhar diante da estátua, quando tocassem os instrumentos musicais. O barulho devia ser considerável, devido à quantidade de instrumentos. As chamas, então, com toda certeza, crepitavam e estalavam de tão quente.

Contudo, para os três distintos rapazes surge a palavra “mas”. Isto é: todos se ajoelharão, menos nós. De jeito nenhum. Nós temos um Deus e não aceitamos outro.

Mas, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego preferiram ser arremessados na fornalha (por acreditarem no Deus verdadeiro) a se ajoelhar diante da estátua e louvar os deuses do rei.

Foi o que eles fizeram.

Conclusão

A Bíblia relata muitas de histórias comoventes de fé, mas essa nos dá arrepios só de pensar na fornalha chamejante.

Os rapazes creram em Deus. Tanto que decidiram morrer por Ele.

Ou seja, decidiram morrer defendendo o nome de Deus, acima de todas as coisas da vida deles.

Colocaram Deus em primeiro lugar; a vida deles em segundo lugar.

Nós sabemos que é difícil alguém fazer isso. Isto é, as pessoas dizem que amam a Deus, seguem os caminhos que as levam ao Senhor Deus, acreditam na Bíblia Sagrada. Mas vivem no mundo felizes da vida, sempre em divertimento, nunca se lembrando de orar de vez em quando: Fazer oração ao Pai Celestial.

Quanto aos três jovens da corte, nós vimos que eles ocupavam altos cargos no reino. Perderiam os mesmos por desobedecerem as ordens do rei. Eles desobedeceram o rei. Assim, escolheram perder os cargos e a própria vida.

Decidiram obedecer ao Senhor Deus e desobedecer ao rei.

Entendemos também que Deus cumpre o que promete aos que seguem os Seus mandamentos. Cumpriu com esses três jovens. Talvez, a partir daí, tivessem se tornados respeitados por toda a vida. Afinal, quem consegue ser lançado na fornalha de fogo ardente e sair vivo dela? Só quem tiver a Poderosa defesa do Senhor do Impossível.

E você, que acha dessa história bíblica?

O blog Contos e Estudos Bíblicos precisa sempre de você, para existir. Portanto, tome a decisão de divulgar os artigos de nosso blog Contos e Estudos Bíblicos nas redes sociais. Para isso, copie links dos artigos que mais gosta e cole nas suas mensagens do Facebook, Twitter e outras.

Desde já, muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Pode até ser que você ainda não fez isso. Porém, nesse caso, considere curtir a:
Página de Fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook. Faça isso com o intuito de divulgar os artigos do blog Contos Bíblicos ainda mais, aos seus amigos e seguidores das redes sociais.

Comente com Facebook

Comentários com Facebook

Leave a comment

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE