História da Bíblia – Livro de Jó – A Primeira prova de Jó

A Primeira Prova de Jó mostra a maldade do Diabo em querer provar que Jó não era Temente a Deus.

História do livro de Jó

É claro que Satanás não deixaria por menos sua intenção de prejudicar o tanto quanto pudesse a vida e a tranquilidade de Jó, servo de Deus, que o Todo-Poderoso tinha em alta conta.

Deus, por sua vez, deu ao Diabo a oportunidade de provar a fidelidade de Jó. Ele acreditava que Jó só era temente a Deus porque tinha tudo o que queria. Seria como dizer que um filho só tem amor pelo pai porque recebede dele tudo o que pede.

Com o intuito de mostrar ao inimigo que ele estava errado, Deus permitiu que ele prejudicasse a vida de seu leal servo Jó.

Satanás, então agiu rápido.

Ele sabia que os filhos de Jó gostavam de se reunir na casa de um deles para festejar algum acontecimento. Jó tinha muito medo que eles cometessem pecado, por isso fazia orações a Deus pedindo que perdoasse qualquer ofensa que seus filhos fizessem ao Criador.

Jó tinha fé em Deus. Era leal e seguia seus mandamentos. Mas tinha muito medo de que lhe acontecesse algo terrível, assim como aos seus filhos e filhas.

A lição que tiramos dessa história é que devemos confiar em Deus e enfrentar as dificuldades da vida, sem medo de sofrer qualquer acontecimento, por mais terrível que seja. Devemos viver sem medo de ser feliz.

Primeiro mensageiro

Continuando a história, Satanás pôs seu plano diabólico em ação. Assim, certo dia, quando os filhos do servo de Deus Jó se divertiam na casa do irmão mais velho deles, veio um mensageiro até à casa de Jó e lhe disse:

– Os bois e as jumentas pastavam no campo. Mas de repente vieram os sabeus e os levaram. Mataram todos os servos com suas espadas, e só eu escapei para lhe trazer a notícia.

história da bíblia a primeira prova de jó

Segundo mensageiro

Antes mesmo de o primeiro mensageiro terminar de falar, veio o segundo mensageiro e disse a Jó:

– Fogo de Deus caiu do céu e queimou as ovelhas e os servos. E os consumiu. Só eu escapei para lhe trazer a notícia.

Jó ouviu tudo em silêncio sem manifestar descontentamento ou revolta. Mas as notícias ruins não parariam aí.

Terceiro mensageiro

O segundo mensageiro ainda falava quando o terceiro homem se aproximou e disse a Jó:

– Os caldeus se dividiram em três bandos e deram sobre os camelos e os levaram. Mataram os servos com suas espadas e só eu escapei para lhe trazer a notícia.

Jó continuou sem falar ou blasfemar contra a falta de sorte, se é que podemos dizer assim. A verdade é que uma pessoa revoltada logo se exaltaria e deixaria sair de sua boca palavras sem nexo ou de ofensas a alguém que julgaria culpado pelas suas desgraças.

Quarto mensageiro

O terceiro mensageiro ainda não terminara quando o quarto homem se aproximou e disse a Jó:

– Seus filhos e suas filhas estavam comendo e bebendo vinho na casa do seu filho mais velho. Mas de repente veio uma tempestade do deserto. Derrubou a casa e morreram todos. Só eu escapei para lhe trazer a notícia.

Pronto! IMagine o que faria uma pessoa ao receber tanta notícia ruim assim! Ficaria louca, revoltada, xingando a Deus e a o mundo. Mas Jó, o que fez?

Em vês de se irritar, de lamentar ou blasfemar contra Deus, ou contra a propria falta de sorte, Jó simplesmente se levantou, rasgou seu manto, raspou a cabeça e prostrou-se, dizendo:

Nu saí do ventre de minha mãe. Nu voltarei para lá. O Senhor me deu tudo o que eu tinha. O Senhor o tomou. Bendito seja o nome do Senhor!

Aleluia! Como seria louvável se todos nós nos comportássemos assim quando recebemos uma notícia que nos desagrada.

A Bíblia diz que em momento algum Jó pecou nem ofendeu a Deus, do jeito como o Diabo supusera. Este decerto ficou decepcionado, porque Jó não reagiu do jeito que ele queria. Contudo, sua maldade não parou aí. Pois você lerá o que ele fez em próximos posts do nosso blog Contos e Estudos Bíblicos. Aguarde.

Jó 1.6-12

Glossário:

1. Astrólatra – adorador dos astros.

2. Caldeus – habitantes da Caldéia (antiga região da Ásia).

3. Prostrar – humilhar-se, abater-se, em sinal de reverência.

4. Sabeus – povo bíblico astrólatra que habitava o país de Sabá (Sul da Arábia).

PS: Faremos uma pausa no Livro de Jó para outros assuntos. Mais tarde retornaremos à continuidade dele.

Mire-se no exemplo de Jó. Seja paciente em suas ações diárias. Perseverante em suas atividades, a fim de obter êxito em suas realizações. Creia em Deus. Tenha fé no Todo-Poderoso e lute por conseguir aquilo que deseja. Seja feliz.

Você já leu o livro de Jó? Qual é sua opinião sobre a paciência de Jó? Você é paciente nas horas de angústias? Escreva sua opinião nos comentários.

Fique com a Paz de Jesus.

Divulgue nosso blog Contos e Estudos Bíblicos nas redes sociais.
Muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Considere também curtir a:
Página de Fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook.

Que Deus o ilumine e o ajude a compreender ainda mais sua Palavra.

José Guimarães

O Dia-a-dia de Jó e as Festas dos Filhos e Filhas de Jó

Como era o dia-a-dia de Jó? As festas dos filhos e filhas de Jó. As orações de Jó a Deus para que protegesse seus filhos e filhas. Vida harmoniosa de Jó com sua esposa, filhos e filhas.

Jó era um homem rico leal ao Senhor Deus

Sabemos por meio dos estudos bíblicos, principalmente do livro de Jó que, apesar de toda a riqueza que tinha, Jó sempre se desviava do mal. Isto é, em vez de sair pelo mundo a gastar o dinheiro que tinha com diversão e outros passatempos, voltava sempre sua atenção ao Senhor Deus.

Jó era fiel ao Senhor Deus, e o Criador havia muito sabia disso. Tinha seu servo Jó em alta conta e o protegia continuamente.

Jó, por seu lado, amava muito ao Pai Celestial. Não desviava sua atenção nem para a esquerda, nem para a direita. Mas sim a mantinha focada no mundo que ele muito bem sabia que existe, o mundo de Deus.

Para um melhor entendimento deste tópico, podemos explicar que Jó não participava das festanças que os filhos dele organizavam.

Muito menos se divertia com brincadeiras consideradas ofensivas. Podemos dizer: maldosas, ofensivas, que prejudicam outras pessoas.

Já os filhos de Jó, de maneira diferente do pai, costumavam se reunir para as festanças costumeiras. Talvez porque tivessem um pai com muito dinheiro, achassem que as festas lhes fossem benéficas. Assim, uns reuniam em casas de outros, em animados banquetes.

Além disso, convidavam as irmãs deles para festejarem em família. Seus pais, no entanto, conforme a Bíblia mostra, não participavam dessas festas. Tampouco a Bíblica explica o que acontecia nas casas em que os filhos de Jó se divertiam.

vida-jo-festas-filhos-filhas-estudos-biblicos

É claro que podemos imaginar de que forma eles se divertiam.

Geralmente, não se reuniam todos num só lugar. Mas em lugares diferentes.

Assim, participavam de festas praticamente todos os dias.

Jó, por sua vez, durante essas festas, meditava e orava muito ao Senhor, e dizia para si mesmo:

“Talvez meus filhos tenham pecado e blasfemado contra Deus no seu coração”.

“E sucedia que, tendo decorrido o turno de dias de seus banquetes, enviava Jó e os santificava; e, levantando-se de madrugada, oferecia holocaustos segundo o número de todos eles; pois dizia Jó: Talvez meus filhos tenham pecado, e blasfemado de Deus no seu coração. Assim o fazia Jó continuamente (Jó 1.5).”

Mas Deus sabia tudo o que acontecia com seu servo predileto. Tanto que disse ao diabo, certa vez:

“Notaste porventura o meu servo Jó, que ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, que teme a Deus e se desvia do mal? (Jó 1.8)”.

Muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Que Deus o ilumine e o ajude a compreender ainda mais sua Palavra.

José Guimarães

A Túnica de Jesus

A Túnica de Jesus. Triste relato bíblico que mostra os soldados decidindo sobre o que fariam com a túnica de Jesus, logo que Ele fosse morto.

A Túnica de Jesus

A Túnica de Jesus

Havia quase mil anos antes de Jesus nascer, o profeta Jeremias (inspirado por Deus), registrara nas Escrituras:

“Repartiram entre si minhas roupas e sortearam minha túnica”.

O livro de Salmos também apresenta o seguinte versículo:

“Repartem entre si as minhas vestes, e lançam sortes sobre a minha túnica” (Salmos 22:18).

Assim, como estava escrito, antes da crucificação de Jesus, os soldados pegaram as roupas dEle e a dividiram em quatro partes. Cabendo uma parte a cada um desses soldados.

A Hora Sexta e a Hora Nona

Depois, pegaram a túnica. Mas descobriram que ela fora confeccionada sem costura. Isto é, fora tecida de alto a baixo como uma única peça de tecido, sem emenda.

Os soldados disseram entre si:

— Não vamos rasgá-la, mas sim sorteá-la para ver com quem ela ficará.

E assim fizeram. Sem o saber, simplesmente, cumpriram o que havia dito o profeta Jeremias, quase mil anos antes de eles nascerem.

Conforme João 19:23-24

Encontramos essa história também nos livros:

Mateus 27:35

Marcos 15:24

Lucas 23:34

Deus é bondoso, galardoador e zeloso

A Túnica de Jesus Soldados Crucificaram

Contos e Estudos Bíblicos

Receba posts do blog Contos e Estudos Bíblicos em seu e-mail.

Siga o blog Contos e Estudos Bíblicos no Twitter.

Curta a página de fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook.

José Guimarães e Silva

A Serpente de bronze – História da Bíblia – Não é idolatria

[A Serpente de bronze] O povo de Deus caminha no deserto reclamando a Moisés do pão diário que o Todo-poderoso lhe enviava para alimento. Deus se irrita com o povo e o castiga com cobras venenosas.

Ler maisA Serpente de bronze – História da Bíblia – Não é idolatria

História da Bíblia – João Batista batiza Jesus Cristo no rio Jordão

História da Bíblia Sagrada. Passagem bíblica em que o profeta de Deus, João Batista, recebe emocionado o Filho unigênito de Deus, Jesus Cristo, para ser batizado por ele nas águas do rio Jorão.

João Batista batiza Jesus Cristo

João, profeta de Deus chamado o Batista, costumava pregar o Evangelho, nas proximidades do rio Jordão, dizendo:

– Após mim vem aquele que é mais forte do que eu, do qual não sou digno de, curvando-me, desamarrar as correias das suas sandálias.

Assim, João ensinava ao povo que se aproximava para ouvi-lo os ensinamentos da lei de Deus. Falava daquilo que era correto fazer para agradar ao Senhor Deus, e apontava no comportamento das pessoas aquilo que era errado.

historia da biblia joao batista bariza jesus no rio jordao

João devia ter voz muito potente, porque falava ao povo que se juntava às margens do rio, para ouvi-lo. Suas palavras deviam ser também edificantes, porque prendiam a atenção das pessoas durante horas. Talvez algumas pessoas até deixassem de lado seus afazeres para ouvi-lo.

João ensinava 

E dizia João ao povo que era batizado por ele:

– Eu vos batizo com água, mas Ele vos batizará com o Espírito Santo.

Ele quem? Aquele que seria enviado por Deus. Aquele do qual João disse que não era digno de desamarrar as sandálias. Aquele que viria à Terra para lavar os pecados do mundo, com seu sangue. Ele: Cordeiro de Deus. O Senhor Jesus Cristo. A Ele toda a Glória e toda a Honra.

Foi por esses dias que Jesus saiu de Nazaré da Galileia e caminhou rumo ao rio Jordão para ser batizado por João Batista.

Sem acreditar no que via, João admirou-se ao ver Jesus ali e estar ali e lhE disse:

– Sou eu que devo ser batizado por Ti e Tu vens a mim?

Jesus calmamente lhe respondeu:

– Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça.

Então, sem perda de tempo, João batizou Jesus. Isto é, mergulhou Jesus na água, de modo que o Mestre fosse limpo de todos os pecados.

Porém, sabemos pela própria Bíblia que Jesus nasceu sem pecados. Então, por que Jesus decidiu ser batizado por João?

Jesus decidiu ser batizado por João para dar exemplo aos povos da humanidade. Pois ao ser batizado na água a pessoa morre para os pecados do mundo. E nasce para o Senhor Deus.

Devemos entender, então, que o batismo nas águas representa a morte para o mundo pecaminoso e vida para o mundo maravilhoso do Senhor Deus. Amém.

Jesus foi batizado nas águas por João. E exato no momento em que saía da água, os Céus se lhe abriram. Nesse momento o Espírito Santo de Deus desceu como se fosse uma pomba e pousou sobre Ele.

Ao mesmo tempo em que uma voz vinda dos céus dizia:

Este é o meu Filho amado em quem voz comprazo.”

Marcos 1:7-9

Mateus 3:13-17

Onde fica o rio Jordão?

O rio Jordão fica na Terra Santa. Forma o talvegue do Vale do Jorão, a fronteira natural entre Israel e Jordânia.

A Terra Santa é um termo encontrado no Judaísmo para designar a antiga terra dos israelitas. Hoje inclui Israel e Cisjordânia e partes da Jordânia. Porém, atualmente é ocupada por Israel.

O nome Jordão tem o significado de: Aquele que desce e também lugar onde se desce.

O rio Jorão deságua no mar Morto. As suas margens são muito aproveitadas para agricultura, tanto pelo Estado de Israel quanto pela Jordânia.

E você, já foi batizado nas águas?

O blog Contos e Estudos Bíblicos precisa sempre de você, para existir. Portanto, tome a decisão de divulgar os artigos de nosso blog Contos e Estudos Bíblicos nas redes sociais. Para isso, copie links dos artigos que mais gosta e cole nas suas mensagens do Facebook, Twitter e outras.

Desde já, muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Pode até ser que você ainda não fez isso. Porém, nesse caso, considere curtir a:
Página de Fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook. Faça isso com o intuito de divulgar os artigos do blog Contos Bíblicos ainda mais, aos seus amigos e seguidores das redes sociais.

Que Deus o ilumine e o ajude a compreender ainda mais sua Palavra.

José Guimarães

João Batista – A Voz do Deserto – Contos e Estudos Bíblicos

João Batista – A Voz do Deserto. João sempre pregava no deserto porque era um homem simples e também no deserto encontraria pessoas simples, que precisavam ouvir realmente a Palavra de Deus.

Ler maisJoão Batista – A Voz do Deserto – Contos e Estudos Bíblicos

História do nascimento de Jesus Cristo – A volta do Egito

História do nascimento de Jesus Cristo – A volta do Egito.

A família de Jesus volta do Egito

Conforme o anjo do Senhor havia dito para José, o rei Herodes morreu logo. E em seu lugar passou a reinar na Judeia Arquelau, filho de Herodes.

José não sabia, portanto, qual seria a intenção do rei Arquelau. Talvez, tomasse o mesmo caminho do pai e prosseguisse no intento de matar o menino Jesus. Tal vez não.

Todavia, o anjo do Senhor de novo apareceu a José em sonhos no Egito e lhe disse:

– Levanta-te, toma o menino e a mãe dEle e vai para a terra de Israel. Porque já morreram os que procuravam tirar a vida do menino.

José, então, se levantou, tomou o menino e a mãe dele e foi para a terra de Israel.

Entretanto, tempos depois, na volta do Egito, ao saber que era Arquelau quem reinava na Judeia, em lugar de seu pai Herodes, teve medo de voltar para lá. Mas, como fora avisado pelo anjo do Senhor em sonho que já podia sair do Egito, foi com a família para as regiões da Galileia.

historia do nascimento de jesus a volta do egito

Na Galileia, foram morar na cidade chamada Nazaré. Mais uma vez, isso aconteceu para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas:

– Ele (Jesus) será chamado o Nazareno.

A Bíblia diz:

“E chegou, e habitou numa cidade chamada Nazaré, para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas: Ele será chamado Nazareno” (Mateus 2.23)

Considere ler também o artigo O Nascimento de Jesus Cristo.

Mateus 2.19-23

E você, o que acha da história da volta do Egito?

O blog Contos e Estudos Bíblicos precisa sempre de você, para existir. Portanto, tome a decisão de divulgar os artigos de nosso blog Contos e Estudos Bíblicos nas redes sociais. Para isso, copie links dos artigos que mais gosta e cole nas suas mensagens do Facebook, Twitter e outras.

Desde já, muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Pode até ser que você ainda não fez isso. Porém, nesse caso, considere curtir a:
Página de Fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook. Faça isso com o intuito de divulgar os artigos do blog Contos Bíblicos ainda mais, aos seus amigos e seguidores das redes sociais.

Que Deus o ilumine e o ajude a compreender ainda mais sua Palavra.

José Guimarães

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE