Tag: Gênesis

2 comentários

Bíblia – Livro de Gênesis: Deus, Adão, Eva e a Serpente no Jardim do Éden

em Contos Bíblicos, Gênesis

A Bíblia traz no livro de Gênesis a história da criação do mundo. Lá nós lemos o que aconteceu com Eva, Adão e a Serpente diante de Deus, no fabuloso Jardim do Éden. Esse acontecimento foi muito desagradável ao Senhor Deus e por isso Ele mudou todo o projeto que teria para a humanidade.

 

Introdução

Decerto você já se encontrou em algum tempo de sua vida diante de uma situação embaraçosa em que teve de culpar alguém por ter feito algo que não devia fazer.

Decerto a pessoa a quem você culpou também culpou outra por tê-la induzido a fazer o que vez, alegando sua inocência diante da astúcia de quem deve realmente receber a culpa.

Escrevi os dois parágrafos acima para ilustrar o que aconteceu com o primeiro casal criado por Deus. Esse casal recebeu o nome de Adão e Eva. A criação deles foi assim:

Depois que Deus já tinha feito todos os animais que deveriam viver na terra, pensou em criar um ser que fosse superior a todos esses animais. Então, do pó da terra criou o homem. Em seguida soprou nas narinas dele o folego da vida e a homem tornou-se alma vivente.

 

O Jardim do Éden 

O Criador plantou num local do oriente um jardim no Éden e pôs nele o homem que tinha criado. O Senhor fez brotar da terra toda espécie de árvores agradáveis à vista e com deliciosos frutos para serem comidos. Mas plantou também uma árvore no meio do jardim. A árvore do conhecimento do bem e do mal.

Então o Senhor Deus levou o homem para o jardim do Éden. O nome desse homem é Adão. Ali no jardim belíssimo Adão deveria viver e aprender a lavrar a terra para que ela produzisse mais frutos.

adão eva e a serpente no jardim do eden

 

O Criador disse ao homem

Só que o Criador do Universo impôs uma condição ao homem:

– De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás, pois no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

Pode ser que o homem tenha decidido a não comer do fruto da árvore que ficava no meio do jardim, da árvore do conhecimento do bem e do mal. Pode ser que ele tenha pensado assim: “Tem muitos frutos deliciosos aqui e de graça, por que vou me preocupar em comer de um fruto que me foi proibido?”.  Sim, talvez não fosse necessário comer desse fruto nunca.

 

Deus cria a mulher 

Mas Deus pensou assim: “Não é bom que o homem esteja só. Far-lhe-ei uma adjutora que lhe corresponda”.

Já havia Deus feito o homem do pó da terra e soprado nas narinas dele para que tornasse uma alma vivente. Então, Deus achou que seria bom criar a companheira do homem exatamente de um pedaço dele. É por isso que a Bíblia diz que quando um homem encontra uma mulher e casa com ela, os dois formam um só corpo com sua união.

Pois bem, voltando ao paraíso, Deus fez cair um sono profundo no homem. Este então adormeceu de maneira que adormece uma pessoa hoje que recebe anestesia geral no corpo. Retirou do corpo do homem uma costela e fechou a carne em seu lugar. O homem nada sentiu durante esse processo, pois seu corpo estava com anestesia geral, lembra-se disso?

O próximo passo do Criador foi formar da costela de Adão uma mulher para ser sua companheira. E levar até o homem a mulher que Ele acabou de criar.

Nenhum de nós estava lá para saber o que aconteceu. Mas imaginamos que Adão deve ter ficado muito contente. Eva por sua vez também, pois tinha a sua frente um homem com quem podia conversar. Compartilhar segredos e amar.

 

O homem gostou da mulher 

Tão emocionado o homem ficou que disse:

“Esta é agora o osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada mulher, pois do homem foi tomada”.

E foi estabelecido aí um mandamento que deve ser obedecido sempre:

“Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão os dois uma só carne”.

O homem e a mulher estavam nus e não se envergonhavam por isso. Nem tinham vergonha de ficar nus diante de Deus. Nem Deus cobrou deles vestimenta para seus corpos. Ou seja, nesse momento da criação o mundo vivia feliz, e ainda não havia entrado o pecado que corrompe o homem e a mulher.

Gênesis 2.18-25

biblia genesis paraiso de deus

 

 A astuciosa e maldosa Serpente

Infelizmente, a enganadora serpente entra na história e decide “jogar os dois pombinhos do paraíso” conta o Criador deles.

Ora, Deus já tinha feito todos os animais domésticos e selvagens, de modo que a serpente também estava entre eles. No entanto, diferente da serpente que conhecemos hoje, ou que nem de perto queremos conhecer, a serpente daquele dia era um animal formoso.

A Bíblia diz que “a serpente era o mais astuto de todos os animais do campo, que o Senhor Deus tinha feito”. Portanto, talvez não tivesse veneno nem rastejasse. Talvez tivesse pernas e voasse. Ah, também falava. Assim, esse esperto animal disse à mulher:

– É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?

A mulher respondeu:

– Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrereis.

Então, a serpente disse à mulher:

– Certamente não morrerás. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, os vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal.

Situação embaraçosa para Eva, não é? De um lado ela sabia que não devia comer de tal fruto. De outro o animal mais astuto da terra dizendo que ela devia comer desse fruto. Ao seu lado um homem que devia dizer: “Não, Eva” não coma!”. Ou “Não, Eva! Não vamos comer!”. Porém, a Bíblia diz que Adão não disse nada. Ficou calado enquanto Eva conversava com a serpente.

 

Eva não resiste a tentação de comer da fruta

Você sabe o que aconteceu? Com certeza! Eva comeu do fruto, gostou e ainda deu ao seu marido. Ele também gostou. Daí, bem, depois disso tudo mudou no jardim do Éden, por causa do pecado introduzido no mundo pela serpente. E todos nós sofremos por causa desse pecado até hoje. Aliás, a Bíblia diz que o pecado já nasce com o homem e com a mulher também, é claro. Situação embaraçosa, não é? Foi por isso que Deus enviou seu Filho Jesus Cristo para vir como um cordeiro. O Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo. Jesus nasceu sem pecado e viveu sem pecado.

Então, no jardim do Éden, quando Adão e Eva ouviram a voz de Deus, que passeava no jardim ao terminar o dia, esconderam-se. Sim! Eles ficaram com vergonha de Deus. Ficaram agora! Por que não ficavam antes? Porque antes eles não tinham pecado. Esconderam-se entre as árvores do jardim.

 

Deus não gosta nada da atitude deles

Mas Deus chamou ao homem e lhe perguntou:

– Onde estás?

O homem respondeu:

– Ouvi a tua voz no jardim e tive medo, porque estava nu, e escondi-me.

Perguntou-lhe Deus:

– Quem te mostrou que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?

Aí o esperto Adão jogou a culpa na sua companheira Eva. Disse ao Senhor Deus:

– A mulher que me deste por companheira deu-me da árvore, e eu comi.

Então disse o Senhor Deus à mulher:

– Que é isto que fizeste?

A mulher mais que depressa achou também de culpar a serpente. Disse ao Senhor Deus:

– A serpente me enganou, e eu comi.

jardim do eden livro de genesis

 

Uma pausa para descanso

Queridos leitores do blog Contos e Estudos Bíblicos, façamos uma pausa para descanso. Meu? Não. Seu. Pois, já que você teve paciência para ler esta história até aqui, muito obrigado por sua leitura. Pois o texto ficou longo demais. Confesso que exagerei para um post de um blog.

Contudo, muitos posts surgirão aqui, porque vamos escrever mais sobre Adão e Eva. Também porque a partir desse encontro Deus mudou totalmente o plano que tinha para a humanidade. Isto é, o pecado entrou no mundo. Com ele conhecemos a doença, a maldade entre os homens e os animais, a traição, a luxúria, a prostituição, o estupro, a pedofilia e tudo o que passa pelo pensamento criativo do homem.

Infelizmente, o homem cria com sua imaginação praticamente tudo o que faz ele mesmo sofrer.

O homem é pecaminoso. Tem ideia pecaminosa. Por isso precisa viver em constante oração ao Senhor Deus. Paulo diz que nascemos com o pecado, nascemos do pecado de nossos pais. Eu sou um pecador. Você talvez também o seja. Contudo, é bom deixar bem claro neste artigo: Para o Senhor Deus não existe pequeno pecado nem grande pecado. Existe pecado, iniquidade e outras transgressões aos mandamentos.

Iniquidade é rebelião contra a Lei de Deus.

 

Conclusão

Deus disse para a Serpente:

“Porque fizeste isto, maldita és entre todos os animais domésticos, e entre todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.

E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e o seu descendente; este te ferirá a cabeça; e tu lhe ferirás o calcanhar.”

Deus disse também à mulher:

“Multiplicarei grandemente a dor da tua gestação; em dor darás à luz filhos. O teu desejo para o teu marido e ele te dominará”.

Ao homem, o Senhor Deus disse:

“Porque deste ouvidos a voz de tua mulher, e comeste da árvore que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida.

Ela produzirá também espinhos e abrolhos, e comerás das ervas do campo.

Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; pois és pó, e ao pó tornarás”.

Gênesis 3.1-19

Fique tranquilo(a) porque esta história não acaba aqui. Muitos contos ainda publicaremos sobre ela, porque nosso estudo continua. Afinal, a Bíblia Sagrada é um livro realmente sagrado que devemos ler um pouco aqui, um pouco ali, de modo a aprender aos poucos os ensinamentos da Lei do Senhor Deus, Todo-Poderoso.

 

Você já conhecia a história de Adão e Eva e a traição da Serpente? Escreva sua opinião nos comentários.

 

O blog Contos e Estudos Bíblicos precisa sempre de você, para existir. Portanto, tome a decisão de divulgar os artigos de nosso blog Contos e Estudos Bíblicos nas redes sociais. Para isso, copie links dos artigos que mais gosta e cole nas suas mensagens do Facebook, Twitter e outras.

Desde já, muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Pode até ser que você ainda não fez isso. Porém, nesse caso, considere curtir a:
Página de Fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook. Faça isso com o intuito de divulgar os artigos do blog Contos Bíblicos ainda mais, aos seus amigos e seguidores das redes sociais.

As imagens são meramente ilustrativas. E são cortesia do http://www.morguefile.com/.

1 comentário

Guerra de Nove Reis no Vale de Sidim – Rei Quedorlaomer e Aliados

em Contos Bíblicos, Gênesis

Estudos BíblicosA Guerra de Quatro Reis contra Cinco Reis no Vale de Sidim. Quedorlaomer, rei de Elão, se reúne a outros reis para atacar cidades que antes eram servidoras do império dele.

O Vale de Sidim é citado na Bíblia, no livro de Gênesis 14, como o local em que quatro reis lutaram contra cinco reis.

A Bíblia diz que o Vale de Sidim é o atual Mar Salgado.

Quando aconteceu o combate?

O combate aconteceu na época em que Abraão montou suas tendas no local chamado Carvalhaes de Manre. Ficava perto do rio

Hebrom. Nesse local, Abraão edificou um altar ao Senhor Deus.

Os quatro reis aliados de Quedolaomer 

Os quatro reis que se juntaram para combater os outros cinco reis eram:

Anrafel – rei de Sinear.

Arioque – rei de Elasar.

Quedorlaomer – rei de Elão.

Tidal – rei de Goim.

Os cinco reis eram formador por:

Berá – rei de Sodoma.

Birsa – rei de Gomorra.

Sinabe – rei de Admá.

Semeber – rei de Zeboim.

Por último se juntou a eles o rei de Belá, cidade também chamada de Zoar. (A Bíblia não cita o nome do rei de Belá, no livro de Gênesis.)

Por que aconteceu o combate?

Aconteceu o combate porque Quedorlaomer, rei de Elão, dominava os cinco reis. De modo que durante doze anos esses cinco reis se tornaram servos dele. Isto é, o serviam como se fossem escravos dele.

Os cinco reis não tinham como se livrar do domínio de Quedorlaomer, talvez porque ele fosse poderoso e tivesse um exercito maior que o deles.

estudos-biblicos-guerra-nove-reis-vale-sidim

Então, os cinco reis decidiram unir suas forças para enfrentar o império de Quedorlaomer. Procedendo desse modo, a primeira providencia que tomaram foi suspender a servidão deles ao rei de Elão.

Assim, ao término de doze anos de escravidão, puseram fim à obrigação que lhes foi imposta de servir outro reino, que não era deles.

O que fez Quedorlaomer quando soube?

Quando o rei Quedorlaomer soube da franca decisão dos cinco reis de pararam de servi-lo como se fossem seus vassalos, ficou furioso. Então, convocou três reis amigos do reino dele e os quatro juntos combinaram atacar os reis que se rebelaram.

Por isso, a Bíblia narra esse combate como “Guerra de Quatro Reis contra Cinco”, no livro de Gênesis, capítulo 14.

Os ataques de Quedorlaomer e seus aliados

Dois anos depois de os reis se rebelarem, Quedorlaomer e seus aliados passaram aos ataques às cidades dos reis rebeldes.

Entraram em Asterote-Carnaim e feriram o povo conhecido por refains.

De seguida, invadiram a localidade chamada de Hã e feriram os zuzins.

Na sequencia de suas invasões sanguinárias, entraram na cidade chamada Savé-Quiriataim e feriram os emins.

Contudo, a fúria de Quedorlaomer não parou nesses ataques. Pois, ele e seus aliados decidiram atacar também os povos conhecidos por horeus, que habitavam no Monte Seir.

Feriram o povo da região de Monte Seir e atingiram a localidade de nome El-Parã, que ficava perto do deserto.

Gênesis 14.1-8

Continuaremos essa história em posts futuros. Aguarde.

1 comentário

Estudos sobre o Rio Eufrates, localizado na Ásia

em Estudos Bíblicos, Gênesis

Publicamos neste artigo do blog Contos Bíblicos nossos estudos referentes ao Rio Eufrates.

O Rio Eufrates se localiza no sudoeste da Ásia. Nasce a leste da Turquia central e é formado pela confluência de dois rios: o Rio Karasu (Eufrates Ocidental) e o Rio Murat (Eufrates Oriental).

Ele corre em direção ao sudeste, sudoeste e sul da Turquia. E depois segue seu percurso em direção ao sudeste da Síria. Continua seu caminho até alcançar o Iraque, para mais tarde desembocar no Golfo Pérsico.

Ao longo de sua extensão o Rio Eufrates alcança 2.735 quilômetros de comprimento. No entanto, conforme vimos no post sobre o Rio Tibre e o Rio Tigre, o Rio Eufrates se junta ao Rio Tigre. E os dois juntos formam o grande Rio Shatt-al-Arab. É com esse nome que os dois rios atravessam o Iraque. Porém, depois se separam novamente em dois rios e desembocam no Golfo Pérsico.

estudos-biblicos-rio-eufrates-genesis-asis

O Golfo Pérsico, por sua vez, é formado pelo Mar da Arábia.

O Rio Eufrates aparece muito nos compêndios de História Geral, assim como também o Rio Tigre. Ele desempenhou uma função muito importante no sistema de irrigação da antiga Mesopotâmia.

O rio é navegável apenas em alguns trechos

Num trecho compreendido entre seu longo percurso, a saber 725 quilômetros, o Rio Eufrates é navegável por barcos de pouca tonelagem. Isto é, barcos de pequenas dimensões, que transportam poucas cargas.

Algumas eclusas e canais

Algumas eclusas e canais foram construídos ao longo de seu percurso pelos homens. Nesses trechos o nível da água é maior que em outros trechos do percurso.

Cidades antigas nas margens do rio

Foi exatamente no vale formado entre os Rios Tigre e Eufrates que surgiram diversas civilizações antigas, algumas das quais estudamos em História Geral: Assíria, Babilônia e Suméria. Em suas margens foram também construídas as conhecidas cidades que estudamos na Bíblia: Babilônia e Ur.

Muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Crédito da imagem: http://www.imageafter.com/

1 comentário

Diferenças entre o Rio Tibre e Rio Tigre

Publicamos este artigo no blog Contos e Estudos Bíblicos com o objetivo de mostrar as diferenças entre o Rio Tibre e o Rio Tigre.

A Diferença entre o Rio Tibre e o Rio Tigre

Este artigo servirá de base à postagens futuras. O Rio Tigre aparece com frequência no primeiro livro da Bíblia Sagrada. Ou seja, mais precisamente, no livro de Gênesis.

Muitos alunos do curso médio confundem, quando estudam História Geral, o nome dos rios Tibre e Tigre.

Quando a prova é de múltipla escolha e aparecem alternativas com o nome dos dois rios, então, a situação se complica ainda mais.

Vamos agora estudar a localização de cada um desses rios. Quem sabe isso o ajude a esclarecer alguma dúvida sobre eles.

Rio Tibre

O rio Tibre fica na Itália. Nasce nos Apeninos. Depois corre na direção sul do país. Atravessa a Úmbria. Continua seu percurso até ganhar a direção do Lácio.

A Úmbria (Umbria em italiano) é uma região central com 8456 Km². Sua capital é Perugia ou Perúsia. Faz fronteiras com a Toscana (a oeste), as Marcas (a leste) e com o Lácio (ao sul). É composta das seguintes províncias: Perugia ou Perúsia e Terni.

O nome Lácio se deriva do latim Latium. Em italiano, Lazio. É uma região central da Itália com 17.203 Km². Sua capital é Roma. Ao norte limita-se com a Toscana e Úmbria. A leste com Marche, Abruzzo e Molise. Ao oeste com o Mar Tirreno. E ao sul com a Campânia. Tem cinco milhões de habitantes.

O Rio Tibre segue seu trajeto até desembocar no Mar Tirreno. Esse mar fica perto de Roma, capital da Itália. Só que nessa região ele se divide em dois rios. Isto é, forma um delta que beneficia ainda mais a população ribeirinha.

Então, para facilitar seu aprendizado, lembre-se de que o Rio Tibre é o que passa pela cidade de Roma. Ou seja, pela Itália.

Vamos agora estudar o Rio Tigre.

 

Rio Tigre

O Rio Tigre se localiza no sudoeste da Ásia. Nasce na Turquia e atravessa o Iraque. Segue seu curso até desembocar no Golfo Pérsico.

O Rio Tigre aparece muito na Bíblia e também nos compêndios de História Geral, em parelha com o Rio Eufrates. Falaremos do Rio Eufrates mais tarde, porque o citaremos em vários estudos bíblicos.

O Rio Tigre tem 1.850 quilômetros de extensão. Ele é formado por dois pequenos rios que vêm do planalto da Anatólia.

Esses pequenos rios formam uma confluência em formato de um til (~). E correm os dois juntos na direção sudeste banhando o Iraque.

O Rio Tigre possui vários afluentes. Porém, os principais são: o Pequeno Zab, o Grande Zab, o Diyala e Adhaim.

 

diferenca-entre-rio-tibre-rio-tigre

A Diferença entre o Rio Tibre e o Rio Tigre

 Imagem meramente ilustrativa

Rio Eufrates

O Rio Eufrates se origina na região leste da Turquia. Atravessa a Síria e o Iraque e se une ao Rio Tigre, no Chate Alárabe. E desemboca no Golfo Pérsico.

O Rio Eufrates é o mais longo e também historicamente o mais importante da Ásia Ocidental. Ele resulta da confluência do Kara Su ou Eufrates Ocidental (450 km) e o Murat Su ou Eufrates Oriental (650 km). Isso acontece 10 km rio acima da cidade de Keban no sudeste da Turquia.

Segundo Daoudy e Frenken, o comprimento do Rio Eufrates (contando do Rio Murat até a confluência com o Rio Tigre) é de 3000 km. Sendo que 1230 Km ficam na Turquia, 710 km na Síria e 1060 km no Iraque.

A União do Rio Tigre com o Rio Eufrates

O Rio Tigre se une ao Rio Eufrates e os dois juntos formam o Rio Shatt-al-Arabe. A partir daí, banha as cidades de Diyarbakir, na Turquia; Mossul, Tikrit, Samarra e Bagdá, no Iraque.

Ao longo de quase todo o seu percurso é navegável para certos tipos de embarcações. O que proporciona à população local um excelente meio de transporte de pessoas e cargas. Sem falar nos outros benefícios, tais como a irrigação da terra e a proliferação de peixes, aves e animais ribeirinhos. Afinal, a água é fonte natural de vida. Sem ela nenhum ser vivo consegue sobreviver.

Al-Azirah é a região em que ficava a antiga Mesopotâmia. É hoje a maior parte da região compreendida entre os Rios Tigre e Eufrates.

Encontram-se nas margens do Rio Tigre as ruínas da antiga cidade Nínive; da Selência do Tigre e de Ctesifonte.

No entanto, os homens desviaram suas águas para a depressão de Tharthar, para a construção da Usina de Samarra.

Todavia, explicam que esse desvio preveniu o risco de inundação e elevou o nível da corrente.

Conclusão

Se você tinha dúvida quanto ao nome e localização dos Rios Tibre e Tigre, agora é hora de tirá-las definitivamente da cabeça.

O Rio Tibre é italiano e corre na região central da cidade. Banha Roma e desemboca no Mar Tirreno.

O Rio Tigre é asiático. Banha a Turquia, o Iraque e desemboca no Golfo Pérsico.

É isso.

Contos e Estudos Bíblicos

Receba posts do blog Contos e Estudos Bíblicos em seu e-mail.

Siga o blog Contos e Estudos Bíblicos no Twitter.

Curta a página de fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook.

José Guimarães e Silva

0 comentários

Histórias da Bíblia – Velho Testamento – Sodoma e Gomorra: O Destino de Ló

em Contos Bíblicos, Gênesis

Histórias da Bíblia, referentes ao livro Velho ou Antigo Testamento. Passagem encontrada no livro de Gênesis, capítulo 19. Lo e sua família deveria sair da cidade sem que nenhum deles olhassem para trás.

Essa história nos ensina que devemos andar sempre para frente, sem olhar para trás. Isto é, devemos deixar para trás nossas amarguras, nossas dores, nossos tormentos, nossas decepções. E confiar no Senhor Deus caminhando sempre para frente, seguindo em busca da realização dos sonhos. Assim Ló devia fazer com sua família.

Introdução

Vimos no artigo Sodoma e Gomorra: A Destruição, que a mulher de Ló foi transformada em estátua de sal, porque olhou para trás.

historias da biblia sodoma e gomorra

Essa parte da história é realmente muito triste e surpreendente. Imagine que eles continuaram andando sem olhar para trás, sem saber o que acontecia atrás deles! Devemos reconhecer que seja difícil caminhar assim, pois sempre gostamos de olhar para trás, nem que seja para ver a distância que já percorremos.

Pois bem, Ló foi retirado de Sodoma, conforme o texto bíblico que diz:

“Subiu Ló de Zoar, e habitou nos montes, e as suas duas filhas com ele, pois temia habitar em Zoar. Habitou numa caverna, ele e as suas duas filhas” (Gênesis 19.30).

Haviam morado, então Ló e suas duas filhas, durante algum tempo, na pequena localidade chamada Zoar.

Todavia, por temerem morar em Zoar, Ló e suas duas filhas rumaram para os montes e habitaram numa caverna, conforme a Bíblia diz, no livro de Gênesis 19.30.

Mas a vida deles de certo devia ser muito difícil e monótona, por serem os únicos habitantes da região.

As filhas de Ló por sua vez não viam possibilidade de encontrar esposos. Por isso, preocupavam-se, porque não perpetuariam sua geração.

Então, tiveram uma ideia! Vejamos o que a Bíblia diz:

“Então a primogênita disse a menor: Nosso pai já está velho, e não há homem na terra que venha deitar-se conosco, segundo o costume de toda a terra.

“Vem, demos a nosso pai vinho a beber, e deitemo-nos com ele, para que conservemos a descendência de nosso pai.”

Gênesis 19.31,32

Note que elas tiveram uma ideia maligna e todos foram castigados por isso. Veremos mais tarde o destino que o Senhor Deus deu às descendências das duas mulheres que, na falta de homem, decidiram ter filhos do próprio pai.

Essa história muito interessante nos mostra como o incesto é totalmente reprovado pelo Senhor Deus.

E você, o que achou da atitude das filhas de Ló?

O blog Contos e Estudos Bíblicos precisa sempre de você, para existir. Portanto, tome a decisão de divulgar os artigos de nosso blog Contos e Estudos Bíblicos nas redes sociais. Para isso, copie links dos artigos que mais gosta e cole nas suas mensagens do Facebook, Twitter e outras.

Desde já, muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Pode até ser que você ainda não fez isso. Porém, nesse caso, considere curtir a:
Página de Fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook. Faça isso com o intuito de divulgar os artigos do blog Contos Bíblicos ainda mais, aos seus amigos e seguidores das redes sociais.

Que Deus o ilumine e o ajude a compreender ainda mais sua Palavra.

José Guimarães