Tag: Jesus Cristo

0 comentários

Estudos Bíblicos – O Jugo de Jesus é Leve e Suave

A Bíblia diz que o Jugo de Jesus é leve e suave. Ou seja, você não precisa fazer sacrifícios para seguir o caminho ensinado por Jesus. Basta que decida seguir o Mestre. E Ele se encarrega de te proteger.

Palavras de Jesus

Disse Jesus, no livro do evangelho, Mateus:

“Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.

Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas.

Jugo suave e fardo leve

Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve (Mateus 11.28-30).”

“E também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

Eu te darei as chaves do reino dos céus; tudo o que ligardes na terra, será ligado nos céus e tudo o que desligardes na terra, será desligado nos céus (Mateus 16.18,19).”

Seguir Jesus

“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.
Pois aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas quem perder a sua vida por mim, achá-la-á (Mateus 16.24,25).”

A porta das ovelhas

“Portanto, tornou Jesus a dizer: Em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas.

Todos os que vieram antes de mim são ladroes e assaltantes, mas as ovelhas não os ouviram.

Eu sou a porta. Todo aquele que entrar por mim, salvar-se-á. Entrará e sairá, e achará pastagens.

O ladrão só vem para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.

o jugo de jesus é leve e suave

O bom pastor

Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas (João 10.7-11).”

“Então dirá o Rei aos que estiverem a sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.

Pois tive fome, e me desses de comer, tive sede e me destes de beber; era forasteiro e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; estive enfermo, e me visitastes; preso e fostes ver-me (Mateus 25.34-36).”

Jesus e os discípulos

“Então Ele tomou o cálice, e, tendo dado graças, deu-o aos discípulos, dizendo: Bebei dele todos.

Isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados.

E digo-vos que, desta hora em diante, não beberei deste fruto da vida, até aquele dia em que o beba de novo convosco no reino de meu Pai (Mateus 26.27-29).”

Por favor, ajude a divulgar conteúdo do nosso blog Contos e Estudos Bíblicos.

Muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Considere curtir a:
Página de Fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook.

8 comentários

Estudos Bíblicos: Jesus e Zaqueu, Chefe Publicanos e Cobrador Impostos

Estudos bíblicos sobre a passagem da Bíblia em que o Senhor Jesus visita a casa de Zaqueu, Chefe dos Publicanos e Cobrador de Impostos.

Quem era Zaqueu?

Zaqueu era um homem muito rico que vivia na cidade de Jericó. Considere ler em nosso artigo sobre A Cidade de Jericó para saber como era essa cidade na época e como é hoje.

Por ser cobrador de impostos, Zaqueu não era bem visto pelo povo do local onde morava. Isto porque o tinham como um ladrão. Além disso, talvez por ser rico ficava distante da população local, melhor explicando, dos mais pobres.

O que chama atenção nessa história bíblia é o fato de Zaqueu ser um homem, diante do povo local, desqualificado para receber Jesus em sua casa.

Isso porque a população tinha Jesus como um homem santo. Humilde, sem pretensão nenhuma de ficar rico. Ou de aparecer em público, ao lado de pessoas ilustres.

Mas o que a população não sabia era que Jesus não fazia também acepção de ninguém. Isto é, Ele poderia muito bem entrar na casa de um homem considerado pelo povo como também na casa de outro, que o povo odiasse.

O Mestre provou com isso que tanto podia entrar na sua casa como na minha. Podia entrar em qualquer casa e levar com Ele a paz divina que todos sempre querem.

estudos bíblicos zaqueu cobrador de impostos
imagem meramente ilustrativa

Zaqueu subiu no Sicômoro para ver Jesus passar

Todavia, Zaqueu, por ser um homem de estatura baixa, devia ser baixinho mesmo, subiu num sicômoro. O sicômoro por sua vez não é uma árvore tão alta assim. Talvez Zaqueu subiu nele por ser mais fácil. E também, é claro, por ficar no caminho.

Afinal, o famoso chefe dos publicanos ficou sabendo que Jesus passaria por aquele local. Talvez quando Jesus dissesse a alguém que ia a uma cidade tal e passaria por algum local, o povo já espalhasse a notícia. De modo que todos corriam para ver o Filho do homem passar.

Desse modo fez Zaqueu. Só que, por ser decerto repudiado pelo povo e ainda por cima baixo de altura, jamais tivesse chance de ver Jesus passar. Assim sendo, teve a ideia de subir na árvore.

Mas qual não deve ter sido a surpresa dele quando viu Jesus passar por baixo da árvore. Como se alguém lhe dissesse que Zaqueu estava em cima dela. Ninguém disse nada disso a Jesus. Ele simplesmente olhou para cima e disse:

– Zaqueu, desce depressa, porque home me convém pousar em tua casa.

Imagine a surpresa com que Zaqueu recebeu essa notícia.

Talvez tivesse pensado: “Na minha casa, Senhor?”. Talvez tivesse dito o mesmo que disse o Centurião de Cafarnaum: “Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada”.

Zaqueu, no entanto, não disse nada disso. Alegrou-se imensamente e desceu correndo da árvore.

Afinal, era Jesus quem iria passar a noite na casa dele. E Jesus devia ser recebido como um homem, de maneira diferente de todos os homens que ele conhecia.

A população, por seu tempo, resmungou dizendo que Jesus entraria justamente na casa de um pecador. Diziam isso porque achavam que Jesus só devia entrar na casa dos justos.

Contudo, conforme Jesus disse em várias de suas lições bíblicas, que graça teria entrar apenas na casa dos justos? Que mérito teria Ele se olhasse só para os salvos e desprezasse os perdidos?

Decerto não teria mérito nenhum.

Ela lição nos traz informações importantes que devemos assimilar com alegria:

Jesus pode entrar na sua casa, na minha.

Jesus pode entrar na nossa casa.

Devemos estar com nossa casa aberta para receber o Filho de Deus.

Devemos receber as pessoas em nossa casa, sem distinção. Isto é, não devemos fazer acepção de pessoas dizendo: “Esse é um pecador, não vou olhar para ele”. Devemos sim, levar a todos uma palavra amiga.

Pois quando cada um de nós fizer a nossa parte contando com alegria as histórias que lemos na Bíblia, mais pessoas tomarão conhecimento da Palavra de Deus. E mais pessoas com certeza serão salvas.

Lucas 19.1-7

Glossário

Publicano

(Do latim publicanu.)

Substantivo masculino.

1. Na Roma antiga, cobrador de rendimentos públicos:
“Nas altas do preço de vida, …. não restava ao plebeu outro recurso que não fosse apelar para o agiota. Duas ou três prestações insatisfeitas, o publicano ia, sequestrava os bens do insolvente e passava-lhe os anjinhos aos pulsos.” (Aquilino Ribeiro, Os Avós dos Nossos Avós, p. 69.)

2. Pej. Homem de negócios.

Adjetivo.

3.De, ou próprio de publicano (2):
“A origem de sua fortuna, ou o aumento dela, posteriormente, deve prender-se à atividade publicana, favorecida pelo prestígio do poder de Otávio, seu amigo” (Mecenas Dourado, Mecenas ou o Suborno da Inteligência, p. 17).

Fonte: Dicionário Aurélio

Muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Considere curtir a:
Página de Fãs do blog Contos e Estudos Bíblicos no Facebook.

Crédito da imagem: http://www.cepolina.com/
Nome da flor: protea cynaroides

3 comentários

Jesus Cristo disse: Apartai-vos Mim, vós que Praticais Iniquidade

Mensagem de Jesus Cristo aos que usam seu nome, encontrada na Bíblia: Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniquidade

Diariamente, ouvimos no rádio ou vemos na famosa telinha da televisão muitos programas que usam o nome de Jesus. Só que esses mesmos programas usam e abusam de nomes de ídolos pagãos. Porém, Jesus sempre condenou tais ídolos.

Usam também regras de comportamento, diferentes das que estão escritas na Bíblia. Agem como se dissessem assim:

• A gente segue alguma lição da Bíblia para ficar mais perto de Deus.
Mas, também:

• A gente segue os divertimentos do mundo, porque são saudáveis. Gostamos de diversão de todos os tipos.

Pensam que fazer isso e aquilo não seja pecado.

Mas, quem determina o que é pecado ou não?

jesus-cristo-apartai-mim-mensagens-biblicas-estudos

As regras de comportamento.

Algumas pessoas (principalmente comunicadores do rádio e da TV) dizem:

• Fazer isto não é pecado.

• Fazer aquilo não é pecado.

Com isso a sociedade vai, que nem patinho para a lagoa, à procura de diversões que aumentam sua adrenalina. “É adrenalina, Xará!”

Muitos dizem. Daí, afirmam:

• Pecado é não fazer nada.

Até num desenho dos Simpsons, o chefe de família diz ao amigo dele: “Vai pentear a Bíblia!”. Como se a Bíblia fosse cabelo e existisse pente adequado para penteá-lo. É triste saber que milhões de crianças do mundo todo se divertem com desenhos desse tipo.

Usar o nome de Jesus para ganhar dinheiro

E quanto aos que usam o nome de Jesus para ganhar dinheiro? Nem se fala! Pedem dinheiro ao pobre, em troca da salvação dele.

Muitos chegam a vender a chave da casa própria ou um lugar ao céu.

Daí, o dinheiro purifica o corpo. Limpa a alma. Livra o que paga do pecado. Livra-o da condenação de Deus, da danação do inferno e de tudo o mais.

É triste ver como amedrontam as pessoas com doenças graves com objetivo de fazê-las dar dinheiro para os cofres deles. Depois, levam esses dinheiro ao banco. Lá renderá juros, e eles sorriem da esperteza com que tira dinheiro fácil do povo.

Tais pessoas não têm escrúpulos e mancham os ensinamentos do Senhor Jesus Cristo, Filho unigênito de Deus. Jesus não pedia dinheiro ao povo em suas pregações. Só dizia que quem tivesse para ouvir que ouvisse. Jesus não usava transportes. Sua caminhada era sempre a pé. Todavia, devemos sempre nos lembrar do que disse a Jesus o Centurião de Cafarnaum. “Senhor, não sou digno de que entreis em minha casa, mas dizei uma palavra, e meu criado será curado”.

Vamos agora à Bíblia Sagrada. No livro santo podemos ler o que o Senhor Jesus diz sobre a prática desses exploradores da fé do povo. Principalmente do pobre, que acredita. Porque o rico nem sequer dá atenção ao que escrevem ou falam esses pregadores. A tais enganadores, que usam o nome do Senhor Jesus, Ele disse:

“Nem todo o que me diz: Senhor, senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.

Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitos milagres?

Então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais iniquidade!”

Mateus 7.21-23

P.S.: Jesus disse que não devemos criticar o comportamento de ninguém. Pois, com o mesmo peso que criticamos seremos julgados.

Ao escrever este artigo pensei nisso, de modo que não seja uma crítica. Mas sim uma reflexão sobre as palavras de Jesus:

“Nem todo o que me diz: Senhor, senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.”

Muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

5 comentários

Jesus cura um homem que tinha a mão mirrada ou ressequida

Jesus cura um homem que tinha a mão ressequida ou seca. Isto é, sem circulação de sangue e mirrada. Esse homem vivia triste, doente e distante da vida social.

Jesus cura um homem

Depois que Jesus saiu de um lugar chamado na Bíblia de Seara, onde seus discípulos colheram espigas, entrou com eles na sinagoga dos fariseus.

Estava lá dentro um homem que tinha uma das mãos ressequida.

Dizer mão ressequida significa dizer mão seca ou ressecada. A mão que não se desenvolve com o passar do tempo. Isto é, não cresce e não fica igual à outra mão. Uma pessoa com essa enfermidade dificilmente consegue desempenhar atividade normal. Fica sempre na dependência de outras pessoas, para que a ajudem nas tarefas diárias.

Pois bem, lembremos que os fariseus já tinham incomodado Jesus lá na Seara. Lá, eles repreenderam severamente o Mestre porque seus discípulos colhiam e comiam espigas, no sábado.

O dia em que acontece nossa história era sábado.

Os fariseus entraram na sinagoga e se aproximaram do Mestre, como o objetivo de irritá-lo. Gostavam de fazer isso. Porém, Jesus se mantinha calmo diante das ameaças deles. Eles perguntavam o que queriam. E Jesus lhes respondia conforme o que estava escrito nas escrituras.

jesus-cura-um-homem-mao-mirrada-ressequida

Imagem meramente ilustrativa

Nesse dia, os fariseus perguntaram a Jesus:

– É lícito curar no sábado?
Conforme lemos no paragrafo anterior, eles perguntaram isso com o objetivo de enfurecer Jesus, a ponto de terem razão para incriminá-lo.

Todavia, Jesus lhes respondeu com um questionamento, que os deixou sem ação:

– Qual de vós será o homem que, tendo uma ovelha, e, no sábado ela cair numa cova, não vai apanhá-la e tirá-la de lá?

Imagine o silêncio que reinou no local. Os fariseus nada responderam. E Jesus continuou:

– Quanto mais vale um homem do que uma ovelha? Logo, é lícito fazer bem nos sábados.

Logo após dizer as palavras acima aos fariseus, que ficaram sem dar resposta, Jesus disse ao homem que tinha a mão ressequida:

– Estende a tua mão.

Jesus não perguntou qual era a doença. Desde quando ele estava com a mão assim. Muito menos se sentia dor. Apenas pediu ao homem que lhe estendesse a mão.

O homem estendeu a mão doente, e ela ficou curada na hora. Ficou igualzinha a outra mão dele. Crescida, desenvolvida, um milagre! Agora não tinha mais a mão ressequida.

Se as pessoas riam dele e o menosprezavam por causa isso, agora não ririam mais. Se não podia trabalhar para o próprio sustento por causa da mão ressequida, agora podia trabalhar.

É bom explicar aqui que tudo isso aconteceu em segundos. Sem necessidade de cirurgia. Remédios. Repouso. Nada! Tampouco o homem necessitou de fisioterapia para treinar a mão curada, para que ficasse com a mesma agilidade da outra. Jesus fez ali um milagre! É ou não é?

Mas, depois disso o que fizeram os fariseus?

Ora, ao verem que Jesus curou o homem da mão doente no sábado, contrariando a crença deles, os fariseus saíram da sinagoga e foram se reunir em outro lugar. Com certeza, escolheram se reunir num lugar distante, para que o Mestre não ouvisse o que diziam contra Ele.

Em outras palavras, os fariseus formaram um conselho contra Jesus, cujo único e principal propósito era discutir a forma de o matarem. Matar Jesus estava no plano deles. Só não sabiam de que modo nem quando.

Jesus sai da sinagoga e a multidão, como sempre, o acompanha.

Entretanto, Jesus não precisava ouvir o que os fariseus diziam para saber que tramavam contra Ele. Jesus já sabia de antemão sobre o assunto que conversavam, sem necessidade de ouvi-los. Ou seja, o conteúdo da conversa deles já era do conhecimento do glorioso Filho de Deus.

Jesus sai da sinagoga e é acompanhado por uma grande multidão. Havia ali doentes das mais variadas doenças. Pessoas com paralisias desde criança, ou desde que nasceram.

Jesus curava todos os doentes que se aproximavam dele, com fé para serem curados. Ele não perguntava a religião. Se tinham dinheiro para pagar conta ou comprar remédios.

O único pedido que o Mestre fazia às pessoas curadas era para que não se manifestassem. Pedia isso para que se cumprisse o que fora dito centenas de anos antes do nascimento dEle, pelo Profeta de Deus, que aparece na Bíblia, de nome Isaías:

“Aqui está o meu servo, que escolhi, o meu amado, em quem a minha alma se compraz. Porei sobre ele o meu espirito, e anunciará juízo aos gentios.

Não contenderá, nem clamará, nem alguém ouvirá pelas ruas a sua voz.

Não esmagará o caniço quebrado e não apagará a mecha que fumega, até que faça triunfar o juízo.

E no seu nome os gentios esperarão. ”

Mateus 12.9-21    Marcos 3.1-6      Lucas 6.6-11

Vamos agora ler juntos alguns textos bíblicos que falam desse assunto:

A cura do homem da mão ressequida

9. Partindo dali, entrou na sinagoga deles,

10. e estava ali um homem que tinha uma das mãos ressequidas. Eles, para o acusarem, o interrogaram: É lícito curar no sábado?

11. Ele lhes respondeu: Qual de vós será o homem que, tendo uma ovelha, e, no sábado ela cair numa cova, não vai apanhá-la e tirá-la de lá?

12. Quanto mais vale um homem do que uma ovelha? Logo, é lícito fazer bem nos sábados.

13. Então disse àquele homem: Estende a tua mão. Ele a estendeu, e ficou sã como a outra.

14. Os fariseus, tendo saído, formaram conselho contra ele, para o matarem.

15. Jesus, sabendo isso, retirou-se dali. Acompanhou-o uma grande multidão, e ele curou a todos,

16. recomendando-lhes rigorosamente que não o manifestassem.

17. Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías:

18. Aqui está o meu servo, que escolhi, o meu amado, em quem a minha alma se compraz. Porei sobre ele o meu Espírito, e anunciará juízo aos gentios.

19. Não contenderá, nem clamará, nem alguém ouvirá pelas ruas a sua voz.

20. Não esmagará o caniço quebrado e não apagará a mecha que fumega, até que faça triunfar o juízo.

21. E no seu nome os gentios esperarão.

Mateus 12.9-21

Receba posts do blog Contos e Estudos Bíblicos por Email

Siga o blog Contos e Estudos Bíblicos no Twitter

5 comentários

Poesia – Devemos dar Glórias ao Senhor Jesus Cristo

Poesia que nos traz a mensagem de que devemos dar sempre glórias ao Senhor Jesus Cristo. Devemos louvar sempre seu nome, a todos os povos, para que saibam que Ele é o Filho unigênito de Deus Pai.

Jesus nasceu de mulher, assim como nascem todos os seres humanos e viveu na terra igual a todos os homens. Igual no formato físico, mas diferente no modo de vida. Porque viveu sempre de maneira humilde. Recebendo crianças no seu convívio. Curando pessoas. Trazendo palavras de conforto a todos os povos que o ouviam.

 

Devemos dar sempre Glórias ao Senhor Jesus Cristo

 

Devemos sempre dar Glórias ao Senhor Jesus

Devemos Louvar a todo instante Seu Nome

Em todas as situações em que nos encontrarmos

Em todos os lugares em que estivermos

poesias-glorias-senhor-jesus-estudos-biblicos

 

Devemos louvar seu nome com muita alegria

E levar suas mensagens às pessoas que conhecemos

Fazendo com que elas vivam no seio de sua família com paz e alegria

E sorriam felizes com as benções diárias que todos nós recebemos

 

devemos-dar-glorias-senhor-jesus-poesias

 

Devemos louvar sempre seu nome, Senhor Jesus, com muita humildade

Espalhar seus ensinamentos ao povo de nossa cidade

Contar as benções que recebemos para os que duvidam da Palavra de Deus

Criar assim, com nossos atos, meios para convencer os que se dizem ateus.

 

Poesia: Devemos dar sempre glórias ao Senhor Jesus Cristo

Autor: José Guimarães

 

“As raposas tem covis, e as aves do céu tem ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.”

Mateus 8.20b

Muito obrigado por receber postagens do blog:
Contos e Estudos Bíblicos por Email

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE